Feed on
Posts
Comments

Por Renato Andrade

Comemorando a adesão de mais de 100 participantes da comunidade “Geração Y” no Facebook, tive a idéia de dar voz aos participantes do grupo, lançando a seguinte questão: “Qual a dica que a geração Y daria para as empresas e seus administradores?”

Apesar da criação desse tipo de comunidades ser praticamente nova no Facebook, tendo ainda poucos adeptos, a ferramenta é uma boa experiência para networking, ótima para a propagação rápida de idéias e interatividade com identificação do interlocutor.

Veja abaixo declarações de alguns participantes do grupo, com destaque para a importância atribuída à tecnologia e flexibilidade no ambiente de trabalho que, na opinião dos Y´s, pode auxiliar em uma melhor qualidade de vida.


“Primeiramente acredito que a Geração Y tenha ainda muito pouca voz dentro de uma empresa. Portanto, se fossem dar uma dica aos seus administradores, deveriam primeiro ter maior confiança e credibilidade nesses espaços.

Caso isso seja realmente possível, seguindo a linha de estudos feitos sobre tal geração e generalizando as empresas como uma coisa só (o que é complicado, afinal cada ramo empresarial possui gestões ímpares), acredito que teríamos ‘conselhos Y’ básicos, como:

- Socialização de informações básicas de cada setor da empresa para todo seu compartilhamento, pois isso faz com que se tenha uma visão geral e mais dinâmica.

- Carga horária flexível para a adaptação dos Y’s, afinal, se é preciso cumprir 40 horas semanais, que sejam pelo menos 30 horas determinadas e cumpridas pelo horário que melhor convém ao Y.

- Disponibilização de tecnologias que agilizem o trabalho, pois se um Y sabe que existe algo que facilite seu trabalho e a empresa não o possui, certamente se sentirá desanimado para realizá-lo.

- Parcerias da empresa com outras do ramo estético. Pode parecer bobo, mas os Y’s são vaidosos e se sentiriam bem mais confiantes e dispostos ao trabalho sabendo que possuem regalias para cuidarem da sua beleza e saúde.”

Autor: Wagner M. Moreira


“A dica que dou é para as empresas que ainda não se antenaram para o novo mundo: entendam que a tecnologia é a nossa principal parceira nas atividades. Muitos ainda se restringem ao básico. Se houvesse dedicação em aprender novas ferramentas tecnológicas, seus rendimentos no trabalho seriam muito melhores. Conseqüentemente, não existiriam tantos atritos entre os Y’s e as outras gerações antecessoras.”

Autor: Jorge L. Wanderley


“Nossa geração foca em qualidade de vida: ou seja, ficar horas fazendo hora extra, sentado na frente de uma tela de computador, atrás de uma pilha de papéis é coisa ultrapassada! A tendência é a flexibilização das rotinas de trabalho (home office, por exemplo), escala de horários mais flexíveis, ambiente organizacional mais ergonômico, intervalos mais produtivos…”

Autora: Jéssica H. Müller


“Minha visão já está um pouco mais “chata” que a dos comentários anteriores. Concordo com tudo exposto, mas já aprendi que não é tão simples assim. Sei da dificuldade do gestor X ou baby boomer em aceitar essa flexibilidade pela má fama de jovem. E também já ouvi cada questionamento de Y que está muito além de um home office, por exemplo. O que posso ‘dicar’ que vem dando certo nas empresas que apostam na geração Y é a mesa redonda: conversar, expor, questionar e, é claro, aceitar a opinião de todos!”

Autor: Thiago Marçal


“Se eu pudesse dar uma dica para as empresas e seus administradores de como lidar com a geração Y seria: apresentem um plano de carreira conciso. Quais são as metas a serem alcançadas? Quais as perspectivas para cada meta alcançada? A geração Y é tida como imediatista; porém, se as regras do jogo ficarem claras, essa ansiedade pode ser contornada! Somos a força de trabalho das empresas dos próximos anos e queremos crescer JUNTO a elas. Temos uma grande capacidade de nos adaptarmos ao ambiente, e se temos muito a aprender com a Geração X, essa, com certeza, pode estar perdendo de aprender conosco sobre como se adaptar rapidamente. Mais flexibilidade e comunicação. Afinal, logo atrás da geração Y, vem a geração Z!”

Autor: Bethânia Andrade


E você, tem uma opinião a respeito do assunto?

Deixe seu comentário!

Related Posts with Thumbnails

One Response to “Diretamente do Facebook, geração Y dá dicas a empresas e seus gestores”

  1. Re, querido!
    Adoro suas idéias que visam sempre a colaboração e participação de quem nos observa e lê diariamente!
    A opinião desses jovens é, certamente, o que deveria contar de mais valioso para as empresas e gestores que desejam entender a fundo a geração Y.
    Parabéns!
    Beijos!! Te admiro!

Deixe Seu Comentário