Feed on
Posts
Comments

Por Thiago Marçal – @tmarcal13

Algum tempo atrás, um pouco antes da chegada da geração dos Tradicionalistas, os ditados populares nasciam de pensamentos comuns e várias pessoas discutiam se determinada citação fazia sentido ou não. As frases levavam certo tempo para se espalhar, pois os meios de comunicação não eram tão abrangentes quanto na atualidade. Talvez esse seja o motivo dos provérbios estarem enraizados até hoje, pois a quantidade não era tão vasta e, portanto, eles sofriam apenas pequenas distorções.

Naquela época, as gravadoras pagavam às rádios para que certas músicas fossem tocadas várias vezes ao dia. A geração X gravava as canções em fitas cassete e as distribuíam, ou as ouviam quando quisessem! Uma divulgação ilegal? Mudou-se, então, apenas a velocidade, a quantidade e a dimensão da divulgação – a cultura foi acompanhando a evolução tecnológica e a transformação dos valores.

Com os ditados populares não foi diferente. A era dos “net’s” ou da geração Y nos traz provérbios, mas poucos conseguem parar para pensar se a citação faz sentido ou não. Os “memes” são considerados a evolução dos ditos populares, pois se trata de uma unidade de evolução cultural que pode, de alguma maneira, se autopropagar, sendo facilmente aprendida.

É claro que, com a internet, esse termo se tornou uma febre, na qual eu me incluo como usuário permanente por gastar um certo tempo com eles. A grande diferença que assusta as pessoas de outras gerações é a velocidade com que tais “memes” se espalham e, como a maioria das coisas que são expostas em grande escala, acabam perdendo a qualidade.

A brincadeira do último mês foi “trollar” os acontecimentos do BBB12 e a Luiza que estava no Canadá. Isso sem contar um certo jornalista dizendo que já fomos mais inteligentes e que dois assuntos tão fúteis não deveriam tomar tanto tempo da cultura brasileira. Com razão? Ou, talvez, essa tenha sido apenas a maneira que as gerações jovens atuais encontram para dizer que estão juntas e conectadas aos acontecimentos – até mesmo a Luiza, que já voltou do Canadá!

Os moldes são mutantes, as preocupações momentâneas e a velocidade amedrontadora…

O que dizer do conflito causado por essas três instâncias? Fica a reflexão…

Related Posts with Thumbnails

Deixe Seu Comentário