Feed on
Posts
Comments

Muitas empresas querem aproveitar o talento e a inovação da nova geração, mas poucas conseguiram entender como reter esses profissionais. No site do Young Entrepreneur Council, a empreendedora serial Lauren Maillian Bias elencou cinco estratégias para manter os representantes dessa geração felizes no trabalho.

De acordo com a empreendedora, reter talentos fenomenais sempre foi difícil, mas fazer isso com esse novo perfil demográfico é ainda mais desafiador. Salário e cargo não são suficientes, porque as medidas de sucesso e felicidade são diferentes. Resumindo: a geração Y quer se sentir realizada e causar um impacto positivo. Na verdade, muitos deles querem mudar o mundo – ou pelo menos mudar as vidas das pessoas que estão à sua volta.

Lauren conversou com dois empreendedores – Amanda Pouchot e Caroline Ghosn – que atraíram não só talentos, mas também investidores para sua startup, a The Levo League. Eles contaram as ferramentas e as estratégias para chegar a essas conquistas.

1. Seja transparente. A geração Y gosta de honestidade. Diga a eles claramente o que você quer que eles alcancem antes de passar para outro passo mais interessante ou liderar um projeto. Eles são motivados por trabalhar por uma meta maior, ver a oportunidade seguir por um caminho mais significativo e traçar os próximos passos.

2. Explique os objetivos. Dê contexto aos valores sociais e ambientais da sua empresa. Esses profissionais não vão para a frente com modelos de negócio antiquados, que não levam esses valores em consideração. A geração Y quer mudar o caminho do mundo para a sustentabilidade e o bem maior.

3. Dê oportunidade e desenvolvimento profissional. Os grandes talentos querem crescer – e, mais cedo ou mais tarde, querem governar o navio. Eles desejam ser profissionais eficientes e gostam do processo de desenvolvimento. Dê a eles responsabilidade e assista ao seu sucesso. Pode não ser um cenário perfeito, mas eles trarão perspectivas diferentes e novas ideias.

4. Entenda que essa geração vê a carreira como vida. A nova integração entre trabalho e vida é o novo equilíbrio entre trabalho e vida. A geração Y é hipercomunicativa. Eles esperam respostas rápidas e podem transitar rapidamente entre vida pessoal e profissional na velocidade de um tuíte. Para eles, a vida é a carreira e a carreira é a vida – e isso pode ser bom para a sua empresa.

5. Dê oportunidades para que brilhem na comunidade. Apoie o trabalho dos seus funcionários e as relações que eles têm com outras organizações. Esse envolvimento deles pode abrir portas para o seu negócio. Permita que eles abram suas asas e sejam indivíduos dinâmicos – isso melhora o currículo deles e torna a sua empresa multicultural.

Fonte: Papo de Empreendedor

Related Posts with Thumbnails

Deixe Seu Comentário